sexta-feira, 15 de novembro de 2013

PRECISAMOS AMADURECER E SAIR DO CASULO



Temos o dever de multiplicar nossos dons e qualidades.



Quantas coisas precisam ser remodeladas em nós. Pensamos ser pessoas amadurecidas, e temos certas atitudes negativas, modos de crianças.
Só o deserto amadurece as pessoas, o deserto ao qual me refiro é nosso interior, calmo, tranqüilo, sereno e cheio de confiança em Deus.
Não basta ir à Igreja, importa ser Igreja consciente. Em vez de criticar os padres, os religiosos, as religiosas, em vez de criticar Cristo, devemos ser cristãos sérios, cultos, catequistas responsáveis; em lugar de criticar o grão de areia que está no olho de nosso irmão, devemos olhar as manchas que estão em nosso corpo, no filme de nossa vida existem partes que gostaríamos de cortar, pois são indecentes, indignas, indecorosas.
Nós temos o dever de multiplicarmos os nossos dons e qualidades. Podemos multiplicar no mundo o amor, o perdão entre nós. Os dons nos foram dados não para uso egoísta, mas para serem usados em prol dos outros. O que somos e temos não é por méritos pessoais. Deus não deve nada ao homem. E o que temos é por Graça de Deus. Por isso nossa obrigação é dar o máximo daquilo que recebemos. Às vezes desprezamos dons vindos de Deus. Devemos usá-los principalmente com as multidões dos famintos de Deus: povo humilde e simples, pobre e sedento de salvação.
Não permaneçamos parados esperando chegar a hora dos acontecimentos finais e confiantes que estamos salvos, ninguém se salva só, é preciso trazer as ovelhas desgarradas do rebanho de volta à casa. Saíamos do casulo que nos envolve, devemos voar como as belas borboletas em direção às sementes, tocando-as a fim de que desabrochem e possam logo se tornar belas e assim exalarem o Perfume de Cristo.


Consagração de catequistas à Nossa Senhora


A ti, ó Mãe querida, quero consagrar a minha vida e a minha vocação. Consagro a ti o meu ministério, catequizar é a minha missão. Consagro os dons que de Deus recebi, consagro meu coração.
Consagro minha alegria de servir, o trabalho de minhas mãos. Consagro minha mente e minha boca, para que meus lábios proclamem com fé a minha devoção.
Tu que foste a primeira catequista, educando na fé o próprio Filho de Deus, intercede por mim a Jesus. Toma a minha mão e me leva até Ele, para que eu ande sempre pelos caminhos da Luz. Cobre-me com teu manto de amor, para que jamais desanime na caminhada, mesmo diante da cruz.
Ó Maria, mãe amada, abençoa minha jornada e ajuda-me a ser uma catequista dedicada. Agora e sempre, amém!

Oração para iniciar um Encontro Catequético



Nós te bendizemos, Senhor Jesus, porque nos chamaste e nos reuniste aqui, para crescer e amadurecer na Fé.
 Nós te damos graças por nosso/a catequista, que se coloca a teu serviço orientando-nos no caminho que leva ao encontro com Deus.
 Nós te pedimos que abra nosso coração, nossa mente, nossos olhos e nossos ouvidos, para que possamos fazer uma verdadeira experiência do amor e da bondade de Deus, nosso Pai.
 E que, ao final deste nosso encontro, possamos voltar para nossa casa confiantes e determinados a seguir os teus passos, como fizeram todos os apóstolos, buscando sempre ser testemunhas da Boa Nova, anunciadores do teu Evangelho. Amém.

Oração do Catequista



Fui chamado para anunciar tua Palavra.
Ajuda-me, Senhor, a viver centrado em ti, e ser instrumento de tua paz.
Acompanha-me com a tua luz, para que os catequizandos confiados a mim, possam constatar que sou testemunha do teu evangelho.
Toca o meu coração para que minha vida seja transparente, a tal ponto que ao pronunciar as tuas Palavras, elas possam ressoar sempre verdadeiras e não falsas.
Gera em mim um fascínio potente, para que os meus catequizandos
Pensem como tu, amem as pessoas como tu, vejam a realidade como tu.
Concede-me a alegria de exercer minha missão em comunhão contigo e com todos que precisam de mim e com a tua Igreja.
Tenho medo, Senhor, da minha pobreza no saber.
Dá-me, porém o conforto de ver os meus catequizandos crescendo e valorizando por estarem a serviço da vida, como tu o disseste: “Eu vim para que todos tenham vida” (João 10,10).

Meu primeiro encontro ... COM JESUS.

Há dias sem postar nada no meu blog, venho aqui postar algo...

Todo aquele que tem um encontro íntimo e sincero com a presença real de Jesus, jamais se esquece. A partir desse primeiro encontro a vida muda, ganha-se novo sentido de viver e as coisas velhas vão ficando para trás; você só se importa com a entrega cada vez mais íntima e verdadeira ao seu amado Salvador.
Gostaria que vocês comentassem como foi o seu primeiro encontro com Jesus, a sua história, a sua primeira vez com o mover do Espírito Santo de Deus; pois experiências marcantes, unidas a outras, se tornam motivo de glórias ao Senhor e de edificação para os seus.

A minha experiência com Jesus e com o Espírito Santo foi marcante, foi em um retiro de jovens que fiz, nunca tinha sentindo esse "arrepiar" que tantas pessoas falam, nunca tinha se entregado de corpo e alma ao Nosso Jesus, tinha medo de rezar, de fechar os olhos e estar sozinha em casa, mas graças a Deus nesse retiro maravilhoso descobri a verdadeira felicidade que nós só encontramos quando estamos juntos de Jesus, senti uma felicidade imensa, uma alegria tomava conta do meu coração, meu corpo arrepiava a cada canto a cada oração,chorava igual a uma criança, e desde que fiz esse retiro percebi que não posso mais viver sem Jesus. Foram tantas graças alcançadas na minha vida, só tenho que agradecer a Deus por tudo.
"Te conhecia Senhor, somente em palavras, mas hoje os meus olhos te viram."
 ( Jó 42,5)


Escreva aqui nos comentários como foi a sua primeira vez com Jesus, conto com  a participação de todos vocês, sejam cheios do Espírito Santo!

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Dinâmica: Cristo no irmão


Objetivo: Mostrar que Deus esta presente em todos.
Participantes: Indefinido.
Tempo Estimado: 20 minutos.
Material: Uma cruz com o Cristo em destaque, em um tamanho onde de para definir claramente as partes do corpo do Cristo.
Descrição: O animador pede para que o pessoal forme uma fila ou circulo, onde cada um fique do lado do outro.
O animador motiva as pessoas dizendo:
Agora vocês vão beijar no Cristo à parte que vocês acham que ele mais fala com você, à parte que ele mais demonstrou seu amor para com você.
OBS: Não se pode repetir o local onde o outro já beijou.
O animador passa o Cristo de um em um, até que todos o tenha beijado.
Após todos terem beijado o animador pergunta: qual o principal mandamento que Jesus nos deixou? (Amar a Deus sobre todas as coisas e ao irmão com a ti mesmo).
O animador faz o desfecho da história dizendo: Então à parte que vocês beijaram no Cristo, vocês irão beijar no irmão do lado.
Obs: Caso alguém não queria beijar, mostre a ele quem está de frente com ele é Jesus Cristo.
Mensagem: Cristo na pessoa do meu irmão.

Dinâmica: JESUS TE AMA !


Objetivo:
Amor a Jesus e ao próximo.
Material:
Espaço e cadeiras para fazer uma roda.
Como Fazer:
1- Faz-se uma roda com todos os participantes sentados exceto um, que ficará de pé no meio da roda.
2- Esta pessoa deverá escolher uma pessoa na roda e dizer à ela: “Jesus te ama!”
3- O participante escolhido pergunta: “Por que?”
4- Então o que está de pé diz, por exemplo: “Porque você está de blusa verde!”
5- Então, todos os participantes que estão de blusa verde, trocam de lugar entre si. Os outros permanecem sentados.
6- A pessoa que estava em pé, deve tentar sentar em algum lugar durante a troca, de forma que outro participante fique sobrando em pé.
7- Proceder dessa forma até cansar!!!
Observações:
a) Logicamente não é permitido falar “porque está de blusa verde!” se a pessoa estiver de blusa azul!
b) Se o “motivo” escolhido só estiver presente em uma pessoa (Ex: só existir na roda uma pessoa de blusa verde), não é necessário que a pessoa saia do lugar, mas, se na afobação, a pessoa sair do lugar sem ver se outra pessoa possui a mesma característica, então o que está de pé pode tentar tomar seu lugar.
Conclusão:
Jesus não procura motivo para nos amar, assim devemos ser com nossos irmãos, amar sem pedir nada em troca, sem motivo aparente. Amar só por amar.
Sugestão:
1- Na primeira rodada, sugerimos que o coordenador da dinâmica fique em pé no meio do círculo.
2- Deverá então escolher algo bem comum na roda, provavelmente muita gente estará de tênis, por exemplo. Assim já começa com quase todas as pessoas trocando de lugar!

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Santo Antônio de Sant’Anna Galvão

Conhecido como “o homem da paz e da caridade”, Antônio de Sant’Anna Galvão, nasceu no dia 10 de Maio de 1739, na cidade de Guaratinguetá, São Paulo. Filho de Antônio Galvão, português natural da cidade de Faro em Portugal e de Isabel Leite de Barros, natural da cidade de Pindamonhangaba, em São Paulo. O ambiente familiar era profundamente religioso. Antônio viveu com seus irmãos numa casa grande e rica, pois seus pais gozavam de prestigio social e influência política. O pai, querendo dar uma formação humana e cultural segundo suas possibilidades econômicas, mandou Antônio, com a idade de 13 anos, à Bahia a fim de estudar no seminário dos padres jesuítas. Em 1760 ingressou no noviciado da Província Franciscana da Imaculada Conceição, no Convento de São Boaventura do Macacu, na Capitania do Rio de Janeiro. Foi ordenado sacerdote no dia 11 de julho de 1762, sendo transferido para o Convento de São Francisco em São Paulo. Em 1774, fundou o Recolhimento de Nossa Senhora da Conceição da Divina Providência, hoje Mosteiro da Imaculada Conceição da Luz, das Irmãs Concepcionistas da Imaculada Conceição. Cheio do espírito da caridade, não media sacrifícios para aliviar os sofrimentos alheios.
A caridade de Frei Galvão brilhou, sobretudo, como fundador do mosteiro da Luz, pelo carinho com que formou as religiosas e pelo que deixou nos estatutos do então recolhimento da Luz. São páginas que tratam da espiritualidade, mas em particular da caridade de como devem ser vivida a vida religiosa e tratadas as pessoas de dentro e de fora do “recolhimento”. Às 10 horas do dia 23 de dezembro de 1822, no Mosteiro da Luz de São Paulo, havendo recebido todos os Sacramentos, adormeceu santamente no Senhor, contando com seus quase 84 anos de idade. Foi sepultado na Capela-Mor da Igreja do Mosteiro da Luz, e sua sepultura, ainda hoje continua sendo visitada pelos fiéis. Sobre a lápide do sepulcro de Frei Galvão está escrito para eterna memória: “Aqui jaz Frei Antônio de Sant’Anna Galvão, ínclito fundador e reitor desta casa religiosa, que tendo sua alma sempre em suas mãos, placidamente faleceu no Senhor no dia 23 de dezembro do ano de 1822″. Sob o olhar de sua Rainha, a Virgem Imaculada, sob a luz que ilumina o tabernáculo, repousa o corpo do escravo de Maria e do Sacerdote de Cristo, a continuar, ainda depois da morte, a residir na casa de sua Senhora ao lado de seu Senhor Sacramentado.
Frei Galvão é o religioso no qual o coração é de Deus, mas as mãos e os pés são dos irmãos. Toda a sua pessoa era caridade, delicadeza e bondade: testemunhou a doçura de Deus entre os homens. Era o homem da paz, e como encontramos no Registro dos Religiosos Brasileiros: “O seu nome é em São Paulo, mais que em qualquer outro lugar, ouvido com grande confiança e não uma só vez, de lugares remotos, muitas pessoas o vinham procurar nas suas necessidades”. O dia 25 de outubro, dia oficial do santo, foi estabelecido, na Liturgia, pelo saudoso Papa João Paulo II, na ocasião da beatificação de Frei Galvão em 1998 em Roma. Com a canonização do primeiro santo que nasceu, viveu e morreu no Brasil, a 11 de maio de 2007, o Papa Bento XVI manteve a data de 25 de outubro.
FREI GALVÃO, ROGAI POR NÓS!!

quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Sorteio

Tem Sorteio no Blog da catequista Lucimar, você não vai ficar de fora né???



Rei Davi (Video Ao Vivo)

Louvando a Deus com o Rei Davi


 Você gosta de louvar a Deus? Hoje vamos conhecer uma pessoa que amava louvar a Deus e por isso foi um grande vencedor!                                                                                        Vamos conhecer um pouco mais sobre Davi?

Davi era um jovem que amava a Deus e procurava sempre fazer a vontade Dele. Davi era pastor de ovelhas e gostava de tocar harpa.

Entre as coisas que Davi aprendeu podemos citar o "louvor", ele aproveitava os momentos em que estava só para louvar a Deus. Assim como Davi Deus quer que você se aproxime DELE por meio do louvor.
Davi foi escolhido por Deus para ser rei de Israel, mesmo quando ainda era muito jovem. Ele teve que esperar o momento certo para poder assumir o trono.
Davi era muito corajoso e a sua coragem veio do seu conhecimento de Deus. Davi sabia que Deus tem todo poder e que não nos deixa só. Davi confiava em Deus pelas experiências que já havia desfrutado durante o tempo que era pastor. Quando ouviu a respeito do gigante Golias não pensou duas vezes, disse:"eu vou lutar contra esse gigante em nome do Senhor dos Exércitos".Davi não confiava em sua força , mas na força de Deus. E é assim que Deus quer que você faça.

O gigante Golias era muito forte, para os outros soldados invencível, mas Davi Sabia que nada para Deus é impossível.
Apesar de muito jovem Davi venceu Golias pela fé que vem, também, por meio do louvor.

Davi não foi coroado a rei, passou por muitas dificuldades, porém ele louvava a Deus e o louvor nos fortalece. Muitas vezes temos as nossas forças renovadas no momento que louvamos a Deus. Essa ação  é realizada pelo Espírito Santo de Deus, o nosso amigo, aquele a quem Jesus nos enviou para que não ficássemos sozinhos.
Confie em Deus como fez Davi e LOUVE com todas as suas forças, pois assim como Deus cumpriu a promessa que fez a Davi e ele foi coroado rei de Israel, Deus irá cumprir todas as promessas que fez para a sua vida.

Deus é fiel e ama ouvir o seu louvor!!!



O Rei Davi

Vamos aprender um pouquinho com o Rei Davi!

" Mas Deus escolheu o que é loucura no mundo,para confundir os sábios, e Deus escolheu o que é fraqueza no mundo, para confundir o que é forte." (1 Coríntios 1, 27).


Dinâmica: Não escolha pela aparência


Colocar dois embrulhos na mesa: um muito bonito com um brinde simples. Outro embrulho feio e amassado com um bom brinde (caixa de Bis). Na maioria das vezes, a criança escolhe o presente mais bonito. Conversar com eles que a aparência nem sempre é o mais importante.
Esta dinâmica está relacionada à história de Davi quando foi ungido rei de Israel pelo profeta Samuel.
Jessé tinha filhos muito bonitos e Samuel até tentou ungi-los, no entanto, Deus falou em seu coração que não eram aqueles. O escolhido foi o pequeno pastor de ovelhas Davi que nem aparência de rei tinha.

Olham só...
Deus escolhe as coisas loucas, fracas e pequenas...

O que aprendemos?
Comente com as crianças que muitas vezes julgamos as pessoas pela aparência,e não é para ser assim né?
Comente que temos crianças gordinhas, magrinhas, com cabelos lisos, enrolados, com a pele negra, clara, morena, e que hoje em dia as pessoas estão dando muita importância para isso, deixando de lado o amor, julgando o que é por fora, sem conhecer o que tem por dentro.
Mas que cada um de nós temos um valor muito grande para Deus e que Ele nos ama como somos.
Quando Deus escolheu Davi, Ele não se importou com a sua estatura,Deus não se importa, ele escolhe os fracos para confundir os fortes.

quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Os Profetas














Vamos conhecer os profetas?

Os profetas foram pessoas escolhidas por Deus, os profetas da Bíblia eram pessoas comuns que viviam no meio do povo, eles se destacavam e procuravam ser fiéis a Aliança e aos Mandamentos de Deus. Por isso foram chamados por Deus para cumprir uma missão, eles falavam em nome de Deus, apontando o que estava certo ou errado, muitos passaram por várias provações,mas Deus estava sempre ao lado deles.

Vamos conhecer alguns profetas mencionados na Bíblia? Foram pessoas muito sábias que obedeceram a Deus. Existem os profetas chamados maiores e outros menores. Mas... Por quê isso? Será que alguns eram altos e outros baixinhos?
Não é isso. Nós dizemos que foram maiores os livros dos profetas que têm mais páginas e são mais longos. E menores os livros com menos coisas escritas e mais curtinhos.
Os profetas maiores são: Isaías, Jeremias, Ezequiel e Daniel.
Os menores são:  Baruc, Oséias, Joel, Amós, Zacarias,Malaquias, Abdias, Jonas, Miquéias, Naum, Habacuque, Sofonias, Ageu.

E também não podemos esquecer de João Batista que também foi um profeta.
Os profetas ajudaram o povo de Deus a esperar com alegria e confiança a vinda do Salvador Jesus. 
E hoje em dia, quem são os profetas? 
São todas as pessoas que se colocam a serviço de Deus,assumem a sua fé e dão exemplo de vida cristã, anunciando, pregando e levando a Boa Nova a todas as pessoas.

sexta-feira, 11 de outubro de 2013

Nossa Senhora Aparecida, Rogai por nós!

Oitavo dia da novena de Nossa Senhora Aparecida na Comunidade Nossa Senhora do Carmo.
Agradeço de coração a todos que participaram, aos seminaristas Tiego, Eduardo e Weliton que rezaram junto com a gente.
Agradeço também ao nosso querido Padre Cleiton.















VIVA, NOSSA SENHORA APARECIDA!!!!!!

quarta-feira, 9 de outubro de 2013

José do Egito

                                                  História de José

A família de José era grande. Ele tinha muitos irmãos mais velhos e um irmão mais novo chamado Benjamin.
Seu pai se chamava Jacó e sua mãe Raquel.
Ele tinha dezessete anos e cuidava do rebanho com seus irmãos. (GEN. 35:24 e 37:2)

Jacó amava mais José do que os outros filhos, porque ele era o filho da sua velhice com Raquel, que era a mulher que ele tanto amava. Certo dia Jacó resolveu dar ao seu filho José uma linda túnica.
Seus irmãos ficaram com muita inveja dele. (GEN. 37:3 e 4)

José era mesmo especial, ele começou a ter alguns sonhos “estranhos” com seus irmãos e até com os seus pais. Depois de contar os sonhos todos ficaram preocupados, até seu pai ficou chateado e os seus irmãos ficaram muita raiva. (GEN. 37:5 e 10)

Os sonhos que José teve mostravam que ele seria o mais importante da sua família. No primeiro sonho, José e seus irmãos estavam amarrando feixes de trigo no campo, o feixe de José se levantou e os feixes dos irmãos se curvaram a ele.No outro sonho o sol, a lua e onze estrelas se inclinavam para José.
Jacó não gostou do que José tinha sonhado e os seus irmãos ficaram ainda mais bravos com ele.(GEN. 37:7 a 11)

Os irmãos de José estavam em Siquém cuidando do rebanho, e Jacó mandou que José fosse ver se estavam tudo bem com eles.
José obedeceu e foi procura-los.
De longe ele foi visto pelos irmãos e falavam: “Lá vem o sonhador”.
Eles pensaram em mata-lo, mas depois mudaram de idéia. (GEN. 37:12 a 20)

José chegou e já tiraram sua túnica e depois de o terem jogado em um buraco o venderam aos mercadores por 20 siclos de prata e ele foi levado ao Egito como escravo. Para seu pai Jacó falaram que José havia sido atacado por um animal e mostraram sua túnica manchada de sangue. Jacó reconheceu a túnica e chorou pelo filho. (GEN. 37:23 a 34)

No Egito, José foi vendido para Potifar e foi morar na casa dele.Ele era casado e sua mulher gostou e queria ficar com ele, mas José fugiu dela e de raiva ela mentiu ao marido dizendo que José queria ficar com ela. Potifar acreditou em sua esposa e José então foi preso. Deus estava com ele, e lá na prisão José, explicou o sonho de um copeiro e de um padeiro.Depois de dois anos faraó teve um sonho e ninguém sabia explicar, o copeiro lembrou-se de José e falou a faraó que mandou busca-lo “rapidinho”. (GEN. 39:40; 41:1 a 14)

José se arrumou e foi falar com o rei e ele contou o sonho a José. A explicação era que o Egito iria ter sete anos de fartura e depois sete anos de fome. José disse também que nos anos de fartura, seria bom que guardasse os mantimentos para os anos de fartura. Isto agradou o faraó e ele tirou o seu anel e deu a José e o colocou como autoridade no Egito. (GEN. 41:14 a 42)

José agora é muito importante, além do anel ele usava um colar de ouro e roupas de linho, os setes ano de fome chegou e só no Egito havia alimentos. Jacó, pai de José, mandou seus filhos ao Egito para comprar alimento, e era José que vendia os mantimentos, porque era governador. Seus irmãos se curvaram diante dele. José os conheceu e lembrou-se do seu primeiro sonho. Eles não o reconheceram. (GEN. 41:42 a 57 e 42:1 a 8)

José demorou em dar os mantimentos a eles, e os acusou de serem espiões no Egito, eles negavam e diziam que eram doze irmãos filhos de um mesmo pai, o mais novo estava com o pai e o outro já havia morrido. Depois de algum tempo José os deixou ir, encheu o saco de cereais e ainda devolveu o dinheiro de cada um. Simeão ficou preso no Egito e só seria libertado quando os outros irmãos retornassem trazendo Benjamin, irmão mais novo. (GEN. 42:10 a 35)

Os irmãos de José voltaram ao Egito para comprar mais alimentos e levaram Benjamin. José se alegrou e preparou um almoço para eles. Quando partiram levaram muito cereal e por ordem de José foi colocado um copo de prata na bagagem de Benjamin. O mordomo os alcançou e eles tiveram de voltar na presença de José. Desta vez José não conseguiu esconder quem ele era, revelou-se dizendo que era o irmão que eles tinham vendido, os irmãos tiveram medo, mas José os acalmou e pediu para que trouxesse e depois de beijar os irmãos abraçou Benjamin e chorou. (GEN. 43; 44 e 45:1 a 15)

Os irmãos de José voltaram para casa de seu pai e contaram para Jacó tudo o que havia acontecido e disseram que José o filho querido estava vivo e era um homem importante no Egito e queria que todos fossem morar com ele. Jacó se alegrou e foi para o Egito levando tudo que era seu toda sua família foi morar na cidade de Gósen, e quando José encontrou com o seu pai, o abraçou e chorou. (GEN. 45:16 a 28; 46:1 a 6 e 28 a 30)

Fonte: Blog Crescendo na graça

terça-feira, 8 de outubro de 2013

Quem somos Marta ou Maria?

                                                                  
 Que tipo de catequistas estamos sendo hoje? 
No Evangelho do dia de hoje,Jesus é recebido por duas mulheres,Marta e Maria.
Marta estava muito ocupada com as tarefas da casa, e Maria senta-se aos pés de Jesus para escutá-lo.

E nessa Leitura de hoje, Jesus veio falar comigo e com você que agora lê essa mensagem.
Quantas vezes deixamos de sentar com Jesus, de conversar com Ele, de chorar, de desabafar, de rezar, de escutar o que Jesus tem para falar.
Eu, Wânia, não tenho vergonha de dizer que ainda tenho agido como Marta, deixando que a agitação, a ansiedade, a preocupação, a internet e várias outras  coisas fazem com que eu não sente ali com Jesus no meu dia a dia.
Quantas vezes no encontro da catequese eu tenho agido assim? Jesus me ajude, é tão grande a correria,o estresse, que as vezes não preparo os meus encontros como deveria preparar. Quantas vezes ali na catequese há tantas crianças agindo como Marta.
Senhor eu te peço que me ajude a ser uma nova mulher,uma nova esposa,uma nova mãe,uma nova catequista, aumentai a minha fé.
Senhor eu peço que eu seja sempre como Maria,escolhendo sempre a melhor parte,peço também para que meus catequizandos estejam sempre com os ouvidos atentos a Tua Palavra, para que juntos possamos fazer um encontro abençoado juntos aos seus pés.
"FALA SENHOR EU QUERO ESCUTAR-TE, FALA SENHOR PORQUE AS VEZES A ANSIEDADE É GRANDE."
Querido catequista você que lê essa mensagem reze uma AVE MARIA COMIGO.

AVE MARIA CHEIA DE GRAÇA,O SENHOR É CONVOSCO, BENDITA SOIS VÓS ENTRE AS MULHERES E BENDITO É O FRUTO DO VOSSO VENTRE JESUS.
SANTA MARIA, MÃE DE DEUS, ROGAI POR NÓS PECADORES, AGORA E NA HORA DE NOSSA MORTE. AMÉM

Leitura: Lucas 10, 38-42

quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Outubro,Mês do Rosário



Outubro é o mês de Nossa Senhora Aparecida, é, ao mesmo tempo, mês de Nossa Senhora do Rosário, bem como é o mês de Nossa Senhora Mãe Rainha. Outubro é, como maio, um mês de Maria, ela que é a aurora da salvação, ela que é a missionária por excelência, ela que, com toda a disponibilidade, nos trouxe o Filho de Deus, o nosso Salvador.
Em suas diversas aparições a pessoas de fé, no decorrer da história do mundo, Maria sempre nos alertou e alerta sobre as misérias mundanas que podemos evitar, sanar, combater. E um pedido constante dessa nossa mãe celeste é a oração.
O rosário é uma oração popular e, justamente por ser popular, é agradável a Deus e, como Maria é nossa medianeira, a oração do rosário, com piedade, com fé, é uma alavanca que conseguirá levantar o mundo, libertando-o de tanta miséria e violência.
Antes de concluir suas saudações nos diversos idiomas, durante a audiência geral realizada no dia 06 de outubro de 2010, na Praça de São Pedro, o Papa Bento XVI animou os fiéis a “redescobrir” a oração do terço.  ”Outubro é o mês do rosário, que nos convida a valorizar essa oração tão querida pela tradição do povo cristão”, afirmou o Pontífice, durante sua tradicional saudação aos doentes, jovens e recém-casados.
Recordando que no dia 07 de outubro a Igreja celebra Nossa Senhora do Rosário, o Papa convidou os jovens a “fazer do terço sua oração de todos os dias”. “Animo-vos, queridos doentes, a crescer, graças à oração do terço, no confiante abandono nas mãos de Deus”, prosseguiu. Aos recém-casados, o Papa concluiu exortando a “fazer do terço uma contemplação constante dos mistérios de Cristo”.
Peçamos a Maria, Mãe Imaculada, em qualquer das denominações que o povo devoto lhe atribui, que nos ajude a ser missionários da Palavra de seu Filho Jesus. Que sejamos fiéis a nossa fé. E que, através da reza diária do Terço, saibamos fortalecer a nossa fé a cada dia. Que ela acampe os anjos ao redor das crianças, protegendo-as e dê sabedoria aos pais e professores, para que possam lhes ministrar uma boa educação.

sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Gincana Bíblica

Brincadeiras Bíblicas
 Estava pensando ontem junto com uma catequista da minha Comunidade em fazer uma gincana com as crianças sobre a Bíblia,e como duas cabeças pensam melhor ...rsrss...eis aqui o que nós montamos para as crianças da nossa catequese. Pegamos brincadeiras comuns que elas brincam na escola e colocamos as coisas a respeito da Bíblia.

BATATA QUENTE
Duração: 10 minutos
Participantes: quanto mais melhor
Material: 1 saco, perguntas em pedaços de papel, brindes, pode ser bala,ai fica a critério de cada um (no mesmo número que as perguntas), aparelho de som e cd com uma música animada.

Coloque as crianças em círculo. Elas terão de passar o saco com as perguntas dentro enquanto a música é tocada. Não vale demorar-se para passar o saco, nem jogar em cima do outro. Tem que ser passado de mão em mão.
Quando o catequista parar a música, a criança que estiver com o saco na mão, retira uma pergunta, a lê e responde em voz alta. Caso esteja correta ganha o brinde. A brincadeira continua até que as perguntas acabem.


O ÚLTIMO PASSAGEIRO
Duração: vai depender do tanto de crianças
Formar colunas com as crianças, mais ou menos cinco em cada. Fazer perguntas para os que tiverem na frente. Quando a criança acertar deve ir para o fim da fila e assim sucessivamente. A coluna q chegar primeiro na criança q iniciou o jogo, ganhará um brinde.

DESCOBRINDO OS LIVROS
Dividir as crianças em grupos, dar um papel para uma criança do grupo com as abreviações dos livros da Bíblia,dar um tempo para que elas façam,o grupo que terminar primeiro ganha.Deixo aqui algumas sugestões.
NUM
LC
MT
MC
JO
COR
EXO

DESCOBRINDO O NOME DOS APÓSTOLOS
É igual a brincadeira de cima,só que em vez das abreviações eles tem que descobrir o nome dos apóstolos.

Perguntas Bíblica
  1.  Que animal engoliu Jonas? Baleia ou grande peixe
  2. Qual o tipo de meio de transporte usou Noé? Arca ou barco grande
  3. Quantos discípulos/apóstolos teve Jesus? 12
  4.  Como chamava o jardim onde morou o primeiro casal da terra? Jardim do Éden
  5. Diga o nome  dos quatro Evangelhos? Mateus, Marcos, Lucas, João
  6.  Como era o nome do pai do Rei Salomão? Davi
  7.    Quem criou o mundo e tido que nele há, inclusive os homens e mulheres? Deus
  8.   Como é o nome do primeiro e do último livro da Bíblia? Gênesis e Apocalipse
  9.   Como é o nome do primeiro casal da terra? Adão e Eva
  10.   Quantas letras formam a palavra JESUS CRISTO? 11 letras
  11.  Como era o nome da mãe e do pai de Jesus? José e Maria
  12.   Sansão era um homem muito … ? Forte
  13.  Como se chama as duas divisões da Bíblia? Antigo e Novo Testamento
  14.   Que animal tentou Eva e a levou a pecar? Serpente
  15.   Quantas pragas Deus mandou ao Egito? 10
  16.   Diga o nome de 5 livros Bíblicos? *
  17.   Diga o nome de 5 personagens bíblicos? *
  18.  O que fez Zaqueu para ver Jesus? Subiu em uma árvore
  19.   O que Jesus multiplicou para alimentar a multidão? Pães e peixes
  20. Jesus nasceu em que cidade? Belém
  21. Quem batizou Jesus,e o nome do rio? João Batista,Rio Jordão
  22. O que guiou os Reis Magos até a gruta onde estava o Menino Jesus? Uma estrela.
  23. Qual o nome do anjo que anunciou que Maria ia ser Mãe? Gabriel
  24. Em que lugar Jesus estava quando realizou seu primeiro milagre? Numa festa de casamento
  25. Quantas vezes Pedro negou Jesus? três vezes
  26. Quantos anos Jesus tinha quando ficou no Templo? 12 anos
  27. Quais são os três primeiros mandamentos da Lei de Deus? Amar a Deus sobre todas as coisas/ Não falar seu Santo nome em vão/ Guardar Domingos e festas de guarda
Espero que vocês tenham gostado,eu as catequistas vamos dar essa gincana amanhã,vou tirar fotos da nossa gincana e depois coloco aqui no blog.

Beijos e Abraços
Paz e Luz no amor de Jesus!!!!!!!!!






quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Amigos pela fé

Alguns devem conhecer a música Amigos pela Fé do grupo Anjos de Resgate:

Quem me dará um ombro amigo
quando eu precisar?
E se eu cair, se eu vacilar,
quem vai me levantar?
Sou eu, quem vai ouvir você
quando o mundo não puder te entender
Foi Deus, quem te escolheu pra ser
o melhor amigo que eu pudesse ter
Refrão:
Amigos, pra sempre
Dois Amigos que nasceram pela fé
Amigos, pra sempre
Para sempre amigos sim, se Deus quiser

Essa canção é  uma grande verdade:
Um bom amigo é aquele que te apóia nas horas mais difíceis é o primeiro a lhe dar um “puxão de orelha”, quando você faz algo de errado. Amigo é aquele que fica dias sem te ver e pergunta:“Porque você sumiu?” . Amigo é aquele que você se abre,e que quando ele te vê chorar não pergunta nada,apenas te abraça.
Amigos pela Fé são assim, dotados do Amor Divino, de carinho, e Jesus é assim com a gente,Ele nos ama mesmo sabendo que somos pecadores,fracos,mas Ele é rico de misericórdia e está sempre ali esperando que a gente vai falar com ele,até mesmo sem dizer nada,apenas chorar,pois ele estará ali colhendo nossas lágrimas. 
E que seja sempre assim, se Deus quiser. Para sempre amigos!

Obrigado Jesus por ser meu amigo,e pelos meus amigos!!!

Paz e luz no amor de Jesus.
Wânia